Imóveis na Internet

A internet é uma ferramenta fundamental para o sucesso de qualquer empresa no setor imobiliário. Ninguém gosta de perder tempo visitando um imóvel para saber se é ou não o ideal. As visitas acontecem, mas o cliente não vai mais no “escuro” ao local. Antes disso, o comprador busca uma série de informações sobre empreendimento. Quando a visita ocorre, serve apenas para conferir se aquilo de fato é real.

O cliente encontra a casa dos sonhos nos portais imobiliários da internet, mas como ele faz isso? Assim como 99% de todas as buscas que ocorrem na rede, o primeiro passo é visitar o Google. São raros os clientes que conhecem algum portal de cabeça, primeiro vão no maior buscador do mundo e digitam termos como “alugar apartamentos em Curitiba”, “casa em São Paulo”, “imóvel no Rio de Janeiro”, “aluguel em Salvador”, entre outras palavras semelhantes.

Portanto, é fundamental para os profissionais do ramo, o conhecimento sobre estratégias de marketing online. O posicionamento de um portal imobiliário no Google é um fator crucial para o sucesso ou o fracasso do negócio. Quem não é visto, não é conhecido. Se você está mal no buscador, defina estratégias nesse sentido: pague um anúncio, faça um trabalho de SEO para seu site imobiliário, entre outros.

Depois de digitar o termo no Google, o cliente tende a clicar no primeiro link em que aparecer. Finalmente ele chega no portal imobiliário, agora o objetivo é encontrar o imóvel. O cliente digitará o local em que deseja comprar, o número de quartos, banheiros, vagas na garagem, e até mesmo o valor de pagamento. O portal mostrará dezenas de imóveis com o perfil procurado. Nesse momento, ter boas fotos é fundamental para manter o comprador na página. Se não achar fotos interessantes sobre o imóvel, a pessoa volta para o Google e dificilmente volta a visitar o primeiro portal.

Ao gostar de um foto, o cliente é chamado para o imóvel. Ele clicará e visualizará o máximo de informações sobre o local. Se não tiver o preço do local, o cliente sai do anúncio, do portal, e dificilmente volta. É importante não “queimar o filme” com o comprador, que está cada vez mais sensível.

Se tudo estiver OK, o cliente entra em contato por e-mail, telefone, skype ou qualquer outra ferramenta disponível. O importante é oferecer várias formas de contato. Algumas experiências são de bastante sucesso nas redes sociais. Essa ferramenta serve para popularizar o portal imobiliário: Facebook, Google, entre outros, devem estar dentro de uma única estratégia de marketing, esse tipo de convergência torna a empresa ainda mais forte.

Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Novidade

É fundamental rever a Norma de Desempenho de Edificações

LER MAIS
Novidade

Como melhorar as apropriações dos custos da sua empresa

LER MAIS
Novidade

5 dicas para otimizar a sua rotina de contas a pagar

LER MAIS
Novidade

Qual a diferença entre o eSocial e a EFD-REINF?

LER MAIS
Novidade

EFD-REINF impacta na Construção Civil?

LER MAIS
Novidade

Segunda fase do eSocial

LER MAIS
Novidade

O que é a EFD-REINF do eSocial e como ela deve ser implementada no seu negócio?

LER MAIS
Novidade

Planejamento urbano: a tendência dos condomínios horizontais

LER MAIS
Novidade

10 segredos para ter êxito no processo de informatização da sua empresa

LER MAIS
Novidade

O desafio das empresas num cenário de crise

LER MAIS
Novidade

ABRAMAT: Regularidade é a expectativa da maioria na indústria de materiais de construção

LER MAIS
Novidade

A recuperação do segmento de Construção Civil

LER MAIS
livro IBI Brasil: Legados e Conquistas
Novidade

Instituto Brasileiro de Impermeabilização lança livro

LER MAIS
Novidade

Como a realidade virtual pode revolucionar o mercado imobiliário

LER MAIS
Qualit - Tecnologia da informação
Novidade

O mercado imobiliário em 2018

LER MAIS
Qualit - Tecnologia da informação
Novidade

Planejamento da comunicação na Construção Civil

LER MAIS
Qualit - Tecnologia da informação
Novidade

6 razões pra investir em um ERP antes de terminar 2016

LER MAIS
Qualit - Tecnologia da informação
Novidade

3 coisas que não podem faltar no seu Diário de Obras

LER MAIS
O que você achou? Comente