Marketing Imobiliário

Embora a literatura sobre o marketing imobiliário ainda seja muito restrita no Brasil, reuniremos uma série de informações sobre o assunto periodicamente. E já nesta edição você conhecerá, através de uma introdução, o marketing sobre a ótica imobiliária.

De acordo com a AMA – American Marketing Association, “marketing é a atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, distribuir e efetuar a troca de ofertas que tenham valor para consumidores, clientes, parceiros e a sociedade como um todo”.  Apesar de sua importância, a literatura sobre o marketing imobiliário ainda é muito restrita no Brasil, então nosso objetivo com essa edição é apresentar uma introdução e nos outros meses, aleatoriamente ou periodicamente, reunir informações relevantes e enriquecer nosso conhecimento sobre o assunto e transformá-los em oportunidades.

As técnicas de marketing aplicadas nas empresas de construção civil, na maioria das vezes estão atreladas ao departamento de vendas. Muitas vezes as construtoras e afins se preocupam demais com o P de Produto e acabam deixando de lado as estratégias de outros pilares do marketing.

Quando temos noção de que o marketing é algo bem amplo, que faz parte de uma estratégia maior, envolvendo desde os aspectos fundamentais de uma organização até à forma como ela se comunica com o seu público, as nossas chances de sucesso aumentam significativamente. A pesquisa prévia, ainda no desenvolvimento do projeto, para identificar o que é realmente relevante para o consumidor é essencial. É importante pensarmos que ter um local para morar é necessidade básica, porém deve-se levar em consideração os desejos e demais necessidade do consumidor, assim que os diferenciais serão agregados ao empreendimento. O que podemos perceber a partir disso é que o marketing não se limita apenas à “divulgação” conforme muita gente pensa.

Evoluindo um pouco mais, podemos trazer novamente, para ilustrar, a teoria dos 4 P´s formulada por Jeremy McCarthy e imortalizada por Philip Kotler, que é o composto de marketing, ou “mix de marketing”. São eles: produto (product), preço (price), ponto de venda (place) e promoção (promotion).

Trazendo esta lógica para o mercado imobiliário, podemos ver que o marketing imobiliário é o conjunto destes 4 fatores, onde “produto” seria um empreendimento imobiliário; “preço” seria a política de preço praticada; “ponto” seria a localização e “promoção”, seriam os esforços realizados para divulgação. Ou seja, não basta uma campanha publicitária bem sucedida se não houver um bom produto, assim como não basta um bom produto se a localização não for condizente com a sua realidade.

Portanto, podemos definir que “marketing imobiliário é um conjunto de processos que envolvem desde o desenvolvimento imobiliário, definição do projeto, processo de incorporação, estratégias de comunicação até o pós-vendas e relacionamento com clientes”.

Processos estes que envolvem colaboradores, clientes, parceiros, governos e sociedade como um todo, enfim, todos os stakeholders do negócio imobiliário. Hoje, não se faz um empreendimento imobiliário sem pensar em como equilibrar todos estes itens.

O que você achou? Comente