Moedas e Índices.

1.0. Apresentação e Conceito:

Conheça os principais índices usados na construção civil e que te ajudam a acompanhar as variações de preços do mercado brasileiro.

  • IGP-M( Índice Geral de Preços do Mercado)

O IGP-M é um indicador muito importante para nossa economia, como para o setor de imóveis, por exemplo. Esse índice corrige o valor dos aluguéis e de parcelas no caso de uma aquisição, sendo calculado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas que divulgam o resultado e o mercado se baseia nele para tomada de diversas decisões.

Portanto, o IGP-M foi concebido para ser uma medida compreensiva do quadro de movimentação de preços, indicando mensalmente o nível da atividade econômica do Brasil.

  • IPCA (Índice de Preços ao Consumidor)

O principal intuito do IPCA é medir a variação de preços do mercado para o consumidor final, representando o índice oficial da inflação do Brasil. Qual a relação do custo de moradia com o IPCA? Bom, se o índice do IPCA sobe, provavelmente a moradia (assim como outros) terão reajustes do preço para cima, ficando mais caros. Mas se o IPCA cair não quer dizer que os preços também caíram e sim que os preços subiram menos que o mês anterior, mas se o IPCA for negativo, teremos agora a deflação (preços reduzidos). Por isso que através do IPCA medimos a inflação do país e isso poderá afetar diversas situações, como seus investimentos.

 

  • INCC (Índice Nacional de Custo da Construção)

Esse índice possui a finalidade de aferir a evolução dos custos do setor da construção civil. Para medir essa evolução leva-se em consideração os insumos, mão de obra entre outros. Com esses dados o INCC é utilizado para reajustar as parcelas dos contratos de compras de imóveis muitas vezes em fase de construção.

2.0. Apresentação da tela de Moedas:

Em todos os sistemas Qualit, existe uma rotina específica para o cadastro e manutenção das moedas utilizadas na sua empresa, sempre no módulo Gerência, abaixo segue o exemplo no gestão financeira:

Gerência | Moedas:

Então o sistema vai abrir a seguinte tela:

2.1. Incluindo uma nova moeda ou índice:

Então o sistema vai abrir a seguinte tela:

Clicando em incluir o sistema vai abrir a tela de inclusão de moeda, vamos detalhar todos os campos:

2.2. Inativando uma Moeda:

Em todos os sistemas Qualit, existe uma rotina específica para o cadastro e manutenção das moedas utilizadas na sua empresa, sempre no módulo Gerência, abaixo segue o exemplo no gestão financeira:

Gerência | Moeda | Alterar:

Selecionando a moeda que você deseja inativar, e clicando em altera r o sistema vai abrir:

Mudando a situação para Inativa e clicando em salvar o sistema vai executar a ação.

2.3. Excluindo uma moeda inativa:

Em todos os sistemas Qualit, existe uma rotina específica para o cadastro e manutenção das moedas utilizadas na sua empresa, sempre no módulo Gerência, abaixo segue o exemplo no gestão financeira:

Gerência | Moeda | Excluir:

Então o sistema vai abrir a seguinte tela:

Selecionando um registro inativo, e clicando em excluir o sistema vai remover a moeda ou índice.

3.0. Incluindo um índice em uma moeda:

Em todos os sistemas Qualit, existe uma rotina específica para o cadastro e manutenção das moedas utilizadas na sua empresa, sempre no módulo Gerência, abaixo segue o exemplo no gestão financeira:

Gerência | Moeda | Alterar | Atualizações:

Então a tela principal é apresentada:

Selecionando a moeda e clicando em alterar o sistema vai abrir a seguinte tela:

Incluindo as informações acima e clicando em salvar o sistema vai gravar o registro.

3.1. Excluindo um índice:

Em todos os sistemas Qualit, existe uma rotina específica para o cadastro e manutenção das moedas utilizadas na sua empresa, sempre no módulo Gerência, abaixo segue o exemplo no gestão financeira:

Gerência | Moedas | Atualizações | Excluir:

4.0. Cálculo de Atualização.

Segue o exemplo de como o Qualit realiza a atualização monetária:

Forma de Cálculo
Para calcular a correção de um título:

1º Encontra-se o fator acumulado

2º Multiplica-se o fator acumulado pelo principal do título

 

O fator acumulado é encontrado da seguinte maneira:

(1+ B/100) / (1 + A/100)

 

Onde:

A = Fator acumulado inicial (no caso, o índice acumulado da data de referência)

B = Fator acumulado final (no caso, o índice acumulado da data de vencimento ou pagamento do título)

 

Exemplo:

 

R$ 375,00 (valor principal)

Data de referência – 01/12/2012

Data de vencimento – 10/03/2012

A = Índice acumulado na referência (01/12/12) – 6,42163600

B = Índice acumulado na data de pagamento (10/03/12) – 7,29594300

 

Fator acumulado:

= [1+ (7,29594300/100)] / [1 + (6,42163600/100)]

= 1,0729594300 / 1,0642163600

= 1,00821550046

 

Valor atualizado: R$ 375,00 * 1,00821550046 = 378,08

Valor da correção = R$ 3,08